Palestrantes
Lista de palestrantes e convidados

Alfredo Manevy

(Presidente - SPCINE)

Alfredo Manevy é diretor-presidente da Spcine. Foi secretario-executivo do Ministério da Cultura entre 2008-2010. É pesquisador em gestão cultural e prof. de cinema e gestão da UFSC, licenciado.

André Saddy

(Diretor CANAL BRASIL)

André Saddy, Sócio e Gerente de Marketing e Projetos do Canal Brasil desde 1999. Sócio da empresa Motirõ, associada ao Grupo Cinespaço que possui 39 salas de cinema em São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Novo Hamburgo, São Gonçalo, Sorocaba e João Pessoa. Trabalhou de 1995 a 1999 na produtora LC Barreto participando dos filmes “O Quatrilho”, “O Que é Isso Companheiro?”, “Bela Donna”, “Uma Aventura do Zico” e “Bossa Nova”. Produziu os curtas metragens em 35mm “45% Cinema Urbano”,“ Os Filhos de Nelson” e “ A Incrível História da Mulher que Mudou de Cor”. Todos dirigidos por Marcelo Santiago, de quem é sócio na produtora Movimento Filmes. Produziu também os documentários de longa metragem "Loki – Arnaldo Baptista” e “Olho Nu – Ney Matogrosso”

Carla Esmeralda

(Curadora do Rio Content Market)

Especializada em consultoria para desenvolvimento de projetos culturais e programas audiovisuais desde o fim dos anos 80, Carla Esmeralda planeja e produz os Laboratórios de Roteiros no Brasil desde 1997. Trabalhou na área de patrocínio ao cinema como coordenadora cultural do Unibanco (1996/97) e como gerente de projetos culturais do Banco Nacional (1992/95). Entre 1986 e 1990 realizou alguns projetos de promoção do cinema brasileiro no exterior, quando foi produtora executiva da mostra Le Cinéma Brésilien, realizada em 1987 no Centre Georges Pompidou, Paris.

Cyro Thomaz

(Diretor Executivo - TV Jangadeiro)

Publicitário, pai do João e do José, maratonista nas horas vagas, centenas de árvores plantadas e, por enquanto, nenhum livro escrito. Com mais de 15 anos de mercado, já trabalhou em São Paulo e no Rio de Janeiro; já fez texto para carro som, marketing político e campanhas para Nike; já foi estagiário e sócio de agência de propaganda. É premiado nos principais festivais nacionais e internacionais de publicidade. Foi presidente do Clube de Criação do Ceará e diretor da Band Nordeste. Atualmente, é vice-presidente da Associação Cearense de Rádio e Televisão e, há 4 anos, Diretor Executivo do Sistema Jangadeiro, grupo de comunicação formado pela TV Jangadeiro (Band), NordesTV (SBT), Jangadeiro FM 88,9, Tribuna BandNews FM 101,7, Rede Jangadeiro FM, Portal Tribuna do Ceará, Bentvi Mídia e Plataforma Vós.

Edison Viana

(Diretor - Riofilme)

Edison Viana é formado em Rádio e TV pela Escola de Comunicação da UFRJ. Começou a carreira como produtor fonográfico, de edições musicais, shows e eventos. No setor audiovisual, atua desde 2005 em criação e gestão de projetos, consultoria em investimentos e patrocínios, planejamento de negócios, desenvolvimento e comercialização de produtos para TV, internet e novas plataformas, de formatos e de marcas. Na RioFilme, está desde julho de 2014 e é gerente de investimentos em projetos para TV, dos programas de capacitação e ações de formação profissional. É também consultor de investimentos do Funcine Rio 1.

Elza Paiva

(Departamento de Economia da Cultura – BNDES)

Elza Paiva é engenheira do Departamento de Economia da Cultura do BANCO NACIONAL DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES, departamento criado em 2006 para o desenvolvimento e operação de novas ações e instrumentos financeiros voltados para o desenvolvimento da Economia da Cultura no Brasil, abrangendo os setores audiovisual, editorial, de música e games, além de patrimônio histórico e acervos. No segmento de Audiovisual, destacam-se o PROCULT - programa que propiciou o financiamento das primeiras séries de animação brasileiras, além do investimento em Fundos de Investimento - FUNCINEs e o apoio a longas por meio do Edital de Cinema.  Formou-se em Engenharia pela UFRJ e cursou o Mestrado em Administração do COPPEAD/UFRJ. Ingressou no DECULT em 2013, onde atua, prioritariamente, em operações do setor de audiovisual.

Halder Gomes

(Cineasta – Diretor do filme “Cine Holliúdy”)

Diretor, produtor e roteirista cearense, ficou conhecido por seus curtas-metragens Cine Holiúdy – O astista contra o caba do mal (2004) e Loucos de futebol (2007). Seu primeiro longa, o independente Sunland Heat – No calor da terra do sol (2004), foi lançado direto em homevideo, assim como seu filme seguinte, a produção americanaCadáveres 2 (2008). Dirigiu, ao lado de Glauber Filho, o drama espírita As mães de Chico Xavier (2011).

Krishna Mahon

(Diretora History Channel)

Diretora de Conteúdo Original do History, A&E, Lifetime e H2. Responsável por produção original, discute ideias para novas séries e documentários com produtoras independentes brasileiras, recebe possíveis aquisições e avalia oportunidades de negócio, seja combinando fundos, coprodução e parceria com marcas, entre outros. Em mais de 20 anos de TV, participou da criação de diversas séries como O Infiltrado (indicada ao Emmy Internacional em 2014, recorde de engajamento social e uma das séries mais assistidas do History no Brasil em 2013), History Drink (curta em animação corpoduzida com a Tortuga Studios atualmente na terceira temporada), Até Que a Morte Nos Separe (série sobre crimes passionais ganhadora de um Promax desenvolvida com a Pródigo, que aumentou a audiência do A&E em 250% na estreia em 2012 e atualmente na sua segunda temporada).

Luciane Gorgulho

(Chefe do Departamento de Economia da Cultura – BNDES)

Luciane Gorgulho é Chefe do Departamento de Economia da Cultura do BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES, departamento criado em 2006 para o desenvolvimento e operação de novas ações e instrumentos financeiros voltados para o desenvolvimento da Economia da Cultura no Brasil, abrangendo os setores audiovisual, editorial, de música e games, além de patrimônio histórico e acervos. No segmento de Audiovisual, destacam-se o PROCULT - programa que propiciou o financiamento das primeiras séries de animação brasileiras, além do investimento em Fundos de Investimento - FUNCINEs e o apoio a longas por meio do Edital de Cinema. Economista pela UFRJ, com Mestrado em Economia Industrial pela mesma instituição e MBA Executivo pela COPPEAD, ingressou no BNDES por concurso em 1992, onde atuou na capitalização de empresas nascente e emergentes de base tecnológica por meio de venture capital e fundos de investimento. Cedida à Finep de 2000 a 2003, participou da estruturação do Projeto Inovar, projeto pioneiro voltado para a capitalização de empresas inovadoras.

Luiz Henrique Sena

(COORDENADOR-GERAL DE INOVAÇÃO, CONVERGÊNCIA E PLATAFORMA AUDIOVISUAL - SAV / MINC)

Graduado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com especialização em Comunicação Empresarial e Planejamento de Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – (ESPM/SP); Lula Oliveira está à frente da Coordenação-Geral de Formulação, Articulação e Difusão da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, desde abril de 2015. O Cineasta foi presidente da ABD/ABCV Bahia, no biênio 2007/2009. Produziu os longas-metragens Trampolim do Forte (Produtor), Cuica de Santo Amaro - Ele o Tal (Produtor Executivo) e os curtas Cães (produtor Executivo) e Premonição (Produtor Executivo). Foi co- produtor do documentário Filhos de João, O Admirável Mundo Novo Baiano. Participou da produção dos curtas-metragens Vermelho Rubro do Céu da Boca (Produtor) e Caçadores de Saci (Produtor). Trabalhou como assistente de direção nos filmes 3 Histórias da Bahia, Eu Me Lembro e Cidade das Mulheres. Dirigiu os curtas-metragens: Morrão, Perto do Fogo, A Fronteira do Invisível, Invisíveis Gigantes, Meninos Ambulantes, Horizonte Vertical e Na Terra do Sol. Desenvolve e participa de projetos na área de Educação Audiovisual.

Rosana Alcântara

(Diretora - ANCINE)

Nomeada diretora da ANCINE em 4 de fevereiro de 2013, com mandato até fevereiro de 2017 Nasceu no Rio de Janeiro. Graduada em Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, com Especialização Lato Sensu em Gestão e Prática em Direitos Humanos na UCAM/ Fundação Ford e Especialização em Regulação realizada na George Washington University, em Washington DC, EUA. Foi Superintendente Executiva da ANCINE, de 2009 a fevereiro de 2013, chefe de gabinete do Diretor-Presidente da Agência (2006/2009) e Assessora de Diretoria (2005/2006). Enquanto Superintendente Executiva, atuou na elaboração de minutas de projetos de lei e decretos junto à Casa Civil e na proposição de minutas de Instruções Normativas. Exerceu a representação do Programa de Fortalecimento da Capacidade Institucional para Gestão em Regulação – PRO-REG e coordenou o trabalho dos superintendentes finalísticos da Agência. Coordenou a implementação de projeto-piloto de Análise de Impacto Regulatório e o Comitê de Assuntos Regulatórios – CAR.

Vania Catani

(Produtora Bananeira Filmes)

Vania Catani iniciou sua carreira no final da década de 80 com o vídeo independente ao lado de uma geração de realizadores que surgiu em Belo Horizonte. A partir da segunda metade da década de 90, com a Retomada do Cinema Brasileiro, voltou-se para a produção cinematográfica, sempre mantendo um interesse particular pelo mercado independente. Em 2000, já instalada no Rio de Janeiro, fundou a BANANEIRA FILMES, produtora independente que desenvolve, produz e lança projetos ousados e de grande qualidade artística. Reconhecidos no Brasil e internacionalmente, os filmes produzidos pela Bananeira já foram exibidas em 250 festivais em 40 países e receberam até o momento 146 prêmios.

Wolney Oliveira

(Presidente do Cine Ceará)

Wolney Mattos Oliveira. Nascido em Fortaleza, Ceará, em 1960. Diretor, roteirista e produtor de cinema. Formou-se como cineasta pela Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños (EICTV), em Cuba, com especialização em fotografia. Entre curtas e longas-metragens tem dirigido mais de 14 filmes, e recebido numerosos prêmios no Brasil e o exterior. Atualmente é diretor da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do departamento de cinema da Universidade Federal do Ceará, e também presidente do Cine Ceará-Festival Ibero-americano de Cinema.

Luciana Dolabella

Luciana Dolabella é produtora, especializada em filmes de ficção e documentários para cinema e TV.

Nascida em São Paulo, após a graduação em Literatura e Linguística pela USP estudou cinema na Academia de Cinema e Televisão de Berlim (dffb). Além da direção do encontro FilmCup ela trabalha como produtora de filmes de ficção e documentário para diferentes mídias – desde 2009 principalmente como Produtora Criativa, Associada e Executiva em projetos de co-produções internacionais para cinema e TV.










MAC - Mercado Audiovisual Cearense
mac@cineceara.com - Um oferecimento do CineCeará